User Tools

Site Tools


pt:funcao-de-producao-cobb-douglas

Função de produção Cobb-Douglas


A função de produção Cobb-Douglas é uma forma particular da função de produção.

A forma da função de produção Cobb-Douglas é a seguinte:

Q(L,K) = A LβKα

Onde:

  • L:trabajo
  • K:capital
  • Q:producción
  • A>0
  • 0<α<1
  • 0<β<1

Gráfico de uma função de produção Cobb-Douglas:

A função de produção Cobb-Douglas têm certas características que a tornam muito útil ao construir modelos econômicos que representam a produção.

Algumas das vantagens da função de produção Cobb-Douglas são:

O produto marginal é decrescente e positiva. Elasticidade de produção é constante e igual a K α ou β de L. Retornos de escala são α + β

O produto marginal é positivo e decrescente

Esse comportamento do produto marginal é visto em muitas funções de produção da vida real. Para obter o produto marginal de um fator, derivamos o produto total respeito do fator de produção em questão; por exemplo, se estamos analisando o produto marginal do capital:

∂Q / ∂K =

= α * (A Lβ) K(α-1)

Lembre-se que α é positivo e menor que 1, portanto, essa função será positivo e decrescente. É positivo porque todos os elementos que a compõem são positivos, então aumenta o capital, também aumenta a produção total. É menor que um, porque α é positivo e menor que 1, (1-α) é negativo, em seguida, aumentar o K aumenta a produção total, mas cada vez menos (a derivada de segunda ordem é negativa).

Graficamente:

A elasticidade de produção é constante

A elasticidade de produção é definida como a variação percentual na produção quando lá uma variação percentual em algum dos fatores de produção.

No caso da função de produção Cobb-Douglas, a elasticidade de produção é constante. A elasticidade da produção do factor trabalho é β e a elasticidade da produção do capital é α.

Vamos mostrar por que a elasticidade da produção é constante:

Por definição, a elasticidade da produção é:

(∂Q/Q) / (∂L/L) =

= (∂Q/∂L) / (Q/L) Isto é o produto marginal do trabalho dividiu o produto médio.

= [ Aβ Lβ-1) Kα ] / [ A Lβ Kα / L ]

1/L é igual a L-1, ALβKα/L se converte em ALβ-1Kα, em seguida, a elasticidade de produção é:

= AβLβ-1Kα / ALβ-1Kα

A única diferença entre o numerador eo denominador é β, então:

Elasticidade de produção = AβLβ-1Kα / ALβ-1Kα = β

Retornos de escala são α + β

Os retornos de escala medem o variação proporcional na quantidade produzida, até uma alteração proporcional na quantidade utilizada de todos os factores de produção.

Se aumentamos todos os fatores de produção em uma constante c, o novo nível de produção é:

Q' = A(cL)β(cK)α

= AcβLβcαKα

= cβcαALβKα

= cβ+αQ

Então, se aumentarmos a quantidade utilizada de todos os factores de produção em c, a produção aumentará em c β + α.

Se β + α = 1, a produção também aumentará em c. Neste caso, diz-se que a função de produção tem retornos constantes de escala.

Se β + α < 1, a proporção de aumento da produção será inferior a proporção dos fatores de aumento. Neste caso, diz-se que a função de produção tem retornos decrescentes de escala.

Se β + α > 1, a proporção do aumento de produção será maior do que a proporção dos fatores de aumento. Neste caso, diz-se que a função de produção tem retornos crescentes à escala.

Discussion

Enter your comment. Wiki syntax is allowed:
V W K E V
 
pt/funcao-de-producao-cobb-douglas.txt · Last modified: 2016/12/10 13:03 by federico